Em sessão extraordinária, Câmara de Frutal cassa mandato do vereador Joab

Vaga passa a ser ocupada pelo vereador Antônio Joaquim da Silva (Tõe da Véia)

Publicado em: 28 de fevereiro de 2019

Em sessão extraordinária na noite do dia 27 de fevereiro a Câmara Municipal de Frutal cassou o mandato do vereador Joab de Paula Alves. Essa foi a sétima cassação na atual legislatura e envolve todos os vereadores que foram denunciados e condenados em primeira instância na Operação Deja Vu, que apurou crimes de corrupção ativa e passiva na eleição da Mesa Diretora ocorrida no ano de 2017.

Conforme o procurador jurídico da Câmara Municipal de Frutal, Leonardo Junqueira Alves de Souza, a Comissão Processante que corria em desfavor do vereador foi a última a ser concluída devido a questões judiciais. O vereador havia conseguido na justiça uma liminar que suspendia os trabalhos da Comissão mas, no entanto, na semana passada o Tribunal de Justiça de Minas Gerais acatou recurso da Câmara e autorizou a continuidade dos procedimentos.

Desta forma a sessão extraordinária foi convocada para o dia 27, sendo que dos 15 vereadores, 12 compareceram. Ao julgar os quesitos apresentados pela Comissão Processante, o placar foi de 10 votos favoráveis à cassação, um voto contrário, uma abstenção e três ausências.

No lugar de Joab assume já a partir desse dia 28 de fevereiro o vereador Antônio Joaquim da Silva (Tõe da Véia).


Publicado por: Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email