Maiza propõe criação de núcleo multidisciplinar

Publicado em: 14 de novembro de 2018

A vereadora Maíza Signorelli Nunes apresentou uma indicação apontando a necessidade da criação de um núcleo, composto por profissionais multidisciplinares, tais como, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos e terapeutas ocupacionais, para tratamento e acompanhamento de crianças e adolescentes com dificuldade na aprendizagem, problemas com dislexia, disgrafia, Discalculia, TDAH-Transtorno de Atenção e Hiperatividade, deficiência intelectual leve, distúrbio especifico de linguagem e hiperatividade.
Ela justifica o pedido assinalando que muitos pais vão à Apae em busca de atendimento para crianças portadoras de um destes distúrbios, mas não conseguem, criando a necessidade de se procurar por vários especialistas de forma individual, o que acarreta uma série de transtornos. Segundo Maiza, hoje não há um núcleo público de atendimento a essas crianças e adolescentes com necessidades especiais e não se pode deixar estas pessoas sem cuidados. “Atualmente, essas crianças e adolescentes não encontram amparo para tratamento e acompanhamento de acordo com suas necessidades na Apae, pois a instituição atende somente casos de deficiência intelectual moderada e grave. O que nós pretendemos é garantir a dignidade e o direito de acesso ao tratamento adequado às necessidades especiais de cada indivíduo, atendendo a essa demanda da população.”


Publicado por: Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email