Prospecção de solo é realizada no terreno da nova sede da Câmara Municipal de Frutal

Análises da estrutura do terreno são realizadas para processos futuros da obra

Publicado em: 05 de julho de 2018

Foi realizado um processo de prospecção de solo no terreno da futura sede da Câmara Municipal de Frutal em que foram estudados diversos aspectos. Dentre eles,  a morfologia do solo, para análise de durabilidade da resistência do solo em relação às fundações do prédio. Com três prospecções, é possível que haja uma definição das dimensões que terão a fundação.

“A oscilação foi de 12 a 17m de profundidade”, diz o arquiteto João de Deus Braga Júnior. Além disso, a prospecção também indica o nível de água, se há necessidade ou não de um rebaixamento de um lençol freático, para análise de suporte também da construção. Feito isso, é realizada a elaboração de um relatório, que necessita também dos projetos complementares, incluindo projetos de arquitetura, alvenaria, estruturas metálicas, hidráulica, elétrica, hidrantes e prevenção ou segurança.

Enquanto os projetos complementares não ficarem prontos, o restante do processo ainda não pode ser licitado. “Esses projetos ‘alimentam’ a planilha orçamentária, já que somente em cima do projeto já desenvolvido, as quantidades de cada tipo de material são finalmente estabelecidas em uma planilha por referências de base governamentais para a conclusão do valor final da obra.”, finaliza o arquiteto.


Publicado por: Gabriela Amorin

Cadastre-se e receba notícias em seu email