Nenê entrega Moção pelo Dia da Consciência Negra

O maestro, musico e capitão da Companhia de Marujos 'José Albino da Silva' e a comunidade negra de Frutal receberam Moção de Congratulação da Câmara Municipal de Frutal por proposição do vereador Wesley Antonio de Oliveira, pelo Dia da Consciência Negra

Publicado em: 21 de novembro de 2017

O maestro, musico e capitão da Companhia de Marujos 'José Albino da Silva' e a comunidade negra de Frutal receberam Moção de Congratulação da Câmara Municipal de Frutal por proposição do vereador Wesley Antonio de Oliveira, pelo Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro. José Elias recebeu a homenagem no plenário do Legislativo durante Fase Especial na Sessão Ordinária, quando o vereador falou de seu orgulho emprestara homenagem, já que é o único representante da raça negra atualmente no Legislativo. "José Elias foi integrante do Batalhão de Polícia Militar em Uberaba, continuou sua careira em Goiás, foi maestro regente da Orquestra sinfônica em Goiás e da banda militar, mas sempre manteve ligação com a tradição em Frutal."
Segundo o vereador, o marujo é uma representação africana/moura religiosa e cultural, do período em que os nativos da África eram trazidos ao Brasil para serem escravizados.
Por sua vez, José Elias falou sobre o recebimento desta homenagem e a respeito da tradição de manter viva esta cultura e trouxe aos frutalenses a pergunta: 'Qual é a cor de sua consciência?' Wesley apontou que a sociedade de pele clara tem dívidas seculares para com os trabalhadores que vieram deportados como escravos para o Brasil. "O sistema de cotas para os negros despertou o Brasil para uma dívida de mais de trezentos anos. As cotas não são favores, elas são parte do resgate de uma dívida, pois precisamos do resgate daquilo que deveriam pagar para nós. Se nós não falássemos em consciência negra, nenhum branco falaria essa frase."
Ainda sobre o direito aos estudos, comentou que são 388 anos de dívidas para com os negros e falou também sobre um programa de TV sobre os preconceitos existentes entre os homens e mulheres da cor branca. "As mulheres brancas e bonitas só serão capazes como os homens brancos daqui a 70 anos e a igualdade racial entre brancos e negros só deve ocorrer de fato daqui a 150 anos. Mas desde já estamos gritando por liberdade e é isso o que esperamos de vocês todos. Assim construiremos um mundo melhor."


Publicado por: Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email