Maíza preocupada com possíveis endemias na região da APAC

Publicado em: 21 de fevereiro de 2017

Segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017. Na data, os trabalhos desta Legislatura 2017/2018 foram abertos oficialmente na primeira reunião ordinária da Câmara Municipal de Frutal. Na oportunidade, a Vereadora Maíza Signorelli Nunes apresentou proposição em indicação à senhora prefeita Maria Cecília Marchi Borges, a Ciça, onde Maíza aponta a necessidade de se promover diversas benfeitorias na orla da rodovia que interliga Frutal à vizinha cidade de Pirajuba. Ocorre que a experiente vereadora percebeu que aquela importante via de acesso e escoamento da produção agrícola tem alguns pontos próximos ao Corredor Boiadeiro, mais precisamente em seu cruzamento, sem a devida sinalização proibindo o descarte de lixo e demais entulhos. “Aquela localidade está se transformando em um verdadeiro lixão onde o risco de endemias é muito grande, pois insetos nocivos à saúde pública como o famigerado Aedes aegypti, transmissor de doenças tais como a Dengue, a Chikungunya e a temível febre Zika, que de acordo com os cientistas é a causadora de alterações no feto em gestação que provocam a microcefalia, degeneração que torna minúsculo o cérebro da criança, podendo causar natimortos ou bebes com grandes deficiências. Se percebermos que nas redondezas temos três conjuntos populosos como o Residencial Francisco Moron e os bairros Frutal II e III além da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados a APAC, esta última contando com mais de 170 internos, fora funcionários, prestadores de serviços e visitantes, podemos entender que urge a sinalização de proibição do descarte de lixo e instalação de caçambas para a correta coleta de entulho e lixo no local.”, alerta Maíza. Entendendo a gravidade da situação, a vereadora ainda encaminhou a indicação também à Secretária de Meio Ambiente, Mônica Alves, solicitando seus esforços na solução da questão. Esporte é saúde Ainda na mesma sessão dos Senhores Vereadores, Maíza recomendou à prefeita providencias quanto a necessidade de se instalar telas de proteção atrás das traves dos gols da quadra localizada na Rua Antonio Marcelino de Mendonça, 135. Maíza entende que para os praticantes do futebol fica difícil a prática pois quando a bola é chutada em gol, invariavelmente esta vai muito longe do campo/quadra de jogo, dificultando e desestimulando os jogadores, além de riscos para quem sai em desabalada carreira para reiniciar rápido o jogo. “Portanto, entendemos que é um problema de fácil solução e, portanto, solicitamos ao Executivo que providencie aquele alambrado, sem demora.”. finalizou a Vereadora Maíza.


Publicado por: Assessoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email