Antes que cheguem as águas, diz Maíza

Publicado em: 14 de setembro de 2015

Antes que cheguem as águas, diz Maíza No bairro Vila Esperança, existe um cruzamento de vias importantes que possuem em sua vizinhança cheches, escolas, casa de carne, sorveteria e vários pontos de comércio, além dos moradores em grande número. Ocorre que a Vereadora Maíza Signorelli Nunes detectou que no encontro das ruas Capitão Benjamin Alves de Brito e Antônio Furtado Damasceno, esta última de mão dupla e com canteiro central não há nenhum meio-fio. Trata-se de um artefato, normalmente de concreto ou granito argamassado, que protege tanto a calçada quanto a sarjeta, sendo portanto, a separação do leito carroçável e calçada favorecendo o escoamento de toda a água, tanto pluvial quanto de lavação de ruas, pela sarjeta em si. “Ocorre que, sem a proteção do meio-fio, a sarjeta acaba sendo um problema pois leva a água diretamente para a calçada, além de ir se deteriorando rapidamente. Então, entendemos ser urgente a construção de meios-fios naquele ponto, pois a própria Rua Cap. Benjamim Alves de Brito tem forte descida naquele ponto, sentido bairro Caju, o que ainda piora muito a falta do benefício do meio-fio. Então, é de suma necessidade tal realização, antes que o período chuvoso chegue e destrua tudo que já foi pavimentado e ainda ofereça riscos aos moradores e suas residências e pontos comerciais.”, justificou Maíza, assim, sua proposição. Ainda durante as atividades na reunião ordinária desta segunda-feira, 14 de setembro, Maíza ofereceu outra proposição, desta feita indicação para a necessidade de a Secretaria Municipal de Saúde incluir na lista prioritária para cirurgia de catarata, o senhor Joaquim Batista Nunes, morador na Vila Vicentino. “A situação do 'Seu' Joaquim é péssima e precisamos atuar o mais rápido possível para amenizar seu sofrimento.”, ponderou condoída, a vereadora que também é assistente social. Na mesma reunião, Maíza solicitou ao deputado Arnaldo Silva seus esforços para conquista de mais duas unidades do Proinfância (CEMEIs), para Frutal, além de recursos multifuncionais para as duas unidades já existentes no município, bem como esforços para a construção de uma escola municipal no bairro Princesa Isabel II.


Publicado por: Asscom

Cadastre-se e receba notícias em seu email